Pesquisar no Blog

domingo, 22 de janeiro de 2017

Toda criança tem direito de não viver na rua




É tão bom brincar na rua!
É gostoso correr, se divertir!
Depois, ir para casa, jantar e dormir!
Mas e que não tem casa?
E não tem para onde ir?
Chuva, frio e calor...
Fica na rua, no chão, no banco da praça.
Não tem família, não tem carinho, não tem graça...
Ninguém para lhe mandar fazer a lição...
Tomar banho e comer frutas...
Não tem escola ne banheiro nem o que comer...
Viver na rua é muito triste,
É a pior coisa que existe.

Que alguém olhe pelas crianças de rua, Elas não merecem sofrer...



AGINDO DIFERENTE:
Na sua cidade há algumas instituição que cuida dos menores de rua?
Procure informações e veja se sua família e sua escola podem ajudar.
Faça uma oração agradecendo por ter uma casa, uma família.


trecho extraído do livro Orações Diárias para os pequeninos - Marcia Maria Villanacci Braga

sábado, 21 de janeiro de 2017

Orações Diárias para os Pequeninos

1-Toda criança tem direito à vida

Toda criança é importante aos olhos de Deus e das pessoas.

Ela tem necessidades especiais.
Precisa de mais atenção, de paciência, de carinho.
Alguém tem de olhar por ela...
Ela chora mais, e às vezes, não entende o que se passa ao seu redor, por isso precisa de um colinho...
De cuidados especiais: comida na hora, roupa limpinha, banhinho e abraços... muitos abraços...

Que toda criança tenha alguém para dar um colinho quando precisar...


AGINDO DIFERENTE:
Aproveite todos os momentos de seu dia...
brinque, como toda a sua comida com carinho, tome um banho bem gostoso e dê um abraço carinhoso em quem cuida de você! Diga obrigado(a)!


trecho extraído do livro Orações Diárias para os pequeninos - Marcia Maria Villanacci Braga


2- Toda criança tem direito de ter um dia feliz!
3 Toda criança tem direito de ter um lar!
4-Toda criança tem o direito de ter sua origem respeitada
5-Toda criança tem direito de brincar!
6- Toda criança tem direito à segurança
7- Toda criança tem direito à alimentação
8-Toda criança tem direiro à liberdade
9- Toda criança tem o direito de não viver na rua




sábado, 7 de janeiro de 2017

Toda criança tem direito a ter um dia feliz



O Sol chegabem cedinho 
e seus raios compridos saem
correndo atrás da escuridão...
E ela vai embora!
Devagarinho as casas vão acordando.
As janelas vão se abrindo e,
das portas preguiçosas, vão brotando crianças...
Logo, logo a manhã vai
ficando colorida.
De longe escutamos os risos das crianças...
Às vezes, tem choro
também!
Que gostoso! Um dia
inteirinho para ser feliz!

Que cada dia seja mais feliz para todos!


AGINDO DIFERENTE:

E você? Já olhou o céu hoje? Como ele está? 
Faça chuva ou faça sol, o dia está sempre lindo!
Pegue uma folha de papel e lápis coloridos.
Faça um desenho bem bonito do seu dia e dê a alguém especil!




trecho extraído do livro Orações Diárias para os pequeninos - Marcia Maria Villanacci Braga

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Aula: Cuidados com o próprio corpo/ Saúde



OBJETIVO: Estimular os princípios de higiene como tomar banho, escovar os dentes, pentear os cabelos, lavar as mãos antes das refeições, vestir roupas limpas. Ressaltar a conservação da saúde e a alimentação adequada.


QUADRO DE IMAGENS: (ver exemplo) As aulas deverão ser bem ilustradas. 


CANTINHO DO SABE: Colar imagem que retratem cenas de pessoas  tranquilas, com bem estar, saudáveis, dendo boa alimentação, alimentos saudáveis.
(A sala deverá ter um cantinho onde serão colada  figuras e frases relacionadas às aulas. Na aula seguinte reler as frases e perguntar se lembram da historinha, fazendo uma rápida recapitulação com o objetivo de manter a  sequência do estudo)
SUGESTÃO: SACOLA DE FEIRA
Levar uma sacola de feira com alguns ingredientes para sopa (batata,cenoura,chuchu, mandioquinha, macarrão...) Perguntar às crianças o que elas imaginam que tem ali dentro. Sem revelar o conteúdo, deixar a sacola num lugar reservado na sala. Informar que contará uma história sobre o conteúdo da sacola.

HISTÓRIA : DIA DA SOPA  (ilustrações e atividade)

Naquele dia, Tobi estava com muita fome!!!
Levantou de manhã cedinho, tomou seu leite.
Foi brincar, pois estava de férias! Então aproveitava bastante!
Pulava, jogava bola... Sentia tanto calor que resolveu se refrescar na mangueira do jardim e foi aquela molhaceira total, ficou todo ensopado...
Sua mãe viu e já foi logo pedindo para tirar aquela roupa encharcada. Mesmo assim Tobi entrou em casa e a primeira coisa que fez foi beber água gelada, depois foi para o banho.
Quando já estava de tardinha, começou a tossir e sentir que seu corpo estava meio quente.
No dia seguinte sua mãe foi à feira e, quando estava guardando as frutas e legumes, escutou um espirro: atchim, atchim...
Foi direto para o quarto de Tobi e o encontrou na cama, espirrando e reclamando:
- Ai...ai... Minha garganta dói.
Sua mãe, preocupada, foi logo dizendo:
- Pode deixar que á cuidarei de você! Vou preparar uma refeição bem gostosa. Quem sabe assim você se sinta melhor?
E lá foi ela até a cozinha preparar, com os legumes fresquinhos, uma deliciosa sopa, bom colorida e saborosa.
Fez com tanto amor e dedicação que quando Tobi tomou, ficou com uma sensação de huuuuummmmm.... Que delícia!
No outro dia estava ele lá em pé, todo animado, pedindo para a mamãe o leite e o pãozinho para seu café da manhã...
Mas aprendeu que não se deve abusar de gelado, de sorvetes, do sol, de brincadeiras com água... Para não adoecer facilmente!


ATIVIDADE: NOME DOS ALIMENTOS

Mostrar a sacola e dizer que ali dentro há ingredientes para se fazer uma sopa. Retirar um a um e perguntar se as crianças sabem qual é o nome deles. Ir nomendo cada um, pedindo que as crianças repitam.

Observação: De acordo com a possibilidade, o evangelizador poderá servir uma sopa feita com os ingredientes apresentados.

SUGESTÃO PARA SER ENTREGUE AOS PAIS ATRAVÉS DA CRIANÇA: 
(as crianças gostam e os pais também)

 Reflexão:
"Torturar voluntariamente e martirizar vosso corpo é contravenção à lei de Deus, que vos dá o meio de sustentá-lo e fortificá-lo; enfraquecê-lo sem necessidade é um verdadeiro suicídio"
 Allan Kardec, O Evangelho segundo o Espiritismo, cap, V, item 26.

Fonte:Evangelização Infanto-Juvenil - Aliança Espírita Evangélica

Atividade: Aula Cuidados com o próprio corpo/ Saúde (0 a 3 anos)



Fonte:Evangelização Infanto-Juvenil - Aliança Espírita Evangélica

Atividades:Aula Boas Maneiras (0 a 3 anos)




Fonte:Evangelização Infanto-Juvenil - Aliança Espírita Evangélica

Aula: Boas Maneiras (0/3 anos)



OBJETIVO: Criar condições para que a criança vivencie, através do comportamento gentil e educado, o respeito a todos. Reforçar em todas as aulas a aquisição de hábitos como: por favor,com licença, obrigado, bom-dia, até logo, etc. Incentivando as crianças a usarem expressões de cortesia.


QUADRO DE IMAGENS: (ver exemplo) As aulas deverão ser bem ilustradas. 


CANTINHO DO SABE: Colar imagem que retratem cenas de pessoas  tristes e felizes.
(A sala deverá ter um cantinho onde serão colada  figuras e frases relacionadas às aulas. Na aula seguinte reler as frases e perguntar se lembram da historinha, fazendo uma rápida recapitulação com o objetivo de manter a  sequência do estudo)
HISTÓRIA : SENHOR FELIZ  (ilustrações e atividade)


Era uma vez um senhor chamado Feliz. Ele era muito bem-humorado, estava sempre sorrindo. Por onde passava dizia “bom-dia”, “boa-tarde”... Era mesmo muito educado; quando pedia alguma coisa, falava “por-favor”, “obrigado” e sempre que podia, ajudava as pessoas. Por isso, todos gostavam dele e eram seus amigos.


Um dia, mudou para o lado de sua casa um homem que se chamava senhor Triste. Era um homem emburrado, mal-humorado, não cumprimentava ninguém, estava sempre de cara feia e achava que ninguém gostava dele. Era tão mal-humorado, mas tão mal-humorado que acabou ficando doente.

Quando o senhor Feliz soube disso, foi visitar o vizinho para ajuda-lo. O senhor Triste chorava, resmungando, reclamava que ninguém gostava dele.

O senhor Feliz explicou-lhe que do jeito que ele se comportava ninguém queria chegar perto dele, pois tinham medo de ser maltratados. Sugeriu, então, que ele experimentasse dar “bom-dia” aos outros e depois lhe contasse.

Assim que melhorou um pouco, saiu à rua e cumprimentou o primeiro vizinho que viu. Grande foi a surpresa do senhor Triste quando o vizinho respondeu e até conversou com ele!
Passaram-se os dias e o senhor Triste foi aprendendo a ser mais educado e carinhoso com os outros. Sabe o que aconteceu, então? Ele começou a sorrir!

Puxa! Ele estava tão feliz... Não podia mais se chamar senhor Triste!

Então, o senhor Feliz teve uma ideia:

- Meu amigo, de hoje em diante você vai se chamar senhor...  Contente!

E assim o senhor Feliz e o senhor Contente continuaram a fazer amizades e a ensinar as pessoas a terem também mais e mais amigos.
 

SUGESTÃO: DIFERENÇA
Mostrar as figuras do senhor Feliz e do senhor Triste. Perguntar às crianças o que as figuras têm de diferente. O evangelizador poderá usar as figuras em fantoches de vareta e uitlizá-las para contar a história.

ATIVIDADE: TRANSFORMAÇÃO

Levar um círculo recortado em papel cartão, com olhos e nariz já desenhados. Levar, separadamente, um "sorriso" plastificado, com um pedaço de fita adesiva no verso para que as crianças colem no círculo, transformando o senhor Triste em senhor Contente, com a simples inversão  de sua posição.

SUGESTÃO PARA SER ENTREGUE AOS PAIS ATRAVÉS DA CRIANÇA: (as crianças gostam e os pais também)

 Reflexão:
"O seu mau humor não modifica a vida"
 André Luiz, Agenda Cristã, cap. 38.

Fonte:Evangelização Infanto-Juvenil - Aliança Espírita Evangélica

Grupo de Evangelização - Faça parte você também

Evangelização Espírita Infantil - Visite

Evangelização Espírita Infantil - Visite
Página do facebook

Evangelização Espírita ME - Visite

Evangelização Espírita ME - Visite
Página do Facebook
" A missão do Espiritismo é Evangelizar!

Quando Ensina - Transmite!
Quando Educa - Disciplina!
Quando Evangeliza - Salva!"

Amélia Rodrigues